Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio. Pois ela, não tendo chefe, nem guarda, nem dominador, prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento.

Provérbios 6:6-8

PRESTEMOS ATENÇÃO NAS FORMIGAS

  As formigas estão constantemente apressadas. Elas andam em todas as direções, transportam diversos raminhos, os abandonam e vão para outro lugar sem nenhuma razão aparente. Às vezes elas se ajudam umas às outras, mas geralmente se esgotam levando sozinhas cargas muito pesadas. Entretanto, a agitação incessante das formigas tem um objetivo: o resultado é a vida do formigueiro. Algumas organizam o que foi trazido num pequeno monte. As formigas especializadas no controle descartam o que não serve. Cada uma delas sabe sua tarefa e todas juntas mostram uma sabedoria impressionante. 

  Assim também acontece com a Igreja do Senhor, quer dizer, o conjunto de todos os que creram de coração no amor de Deus revelado na Pessoa do Senhor Jesus Cristo. Cada um ora, adora e serve a seu Mestre. E todos juntos, submetidos uns aos outros e ao Senhor, estão associados à construção de um edifício espiritual chamado templo de Deus. É aí que o Espírito Santo habita e onde se pode conhecer e adorar a Deus. 

  Seria possível que um crente desanimasse pela aparente futilidade de sua atividade? Que ele aceite a lição das formigas, que “não são um povo forte” (Provérbios 30:25). E que imagine, por meio da fé, tal extraordinária obra que o Senhor realiza empregando o serviço, visível ou não, de cada um daqueles que confiam nEle. O apóstolo Paulo nos exorta: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor” (1 Coríntios 15:58).

  Chegará o dia em que o Senhor Jesus Cristo será glorificado e admirado em Sua Igreja (2 Tessalonicenses 1:10).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *