Esse versículo é tomado da parábola que o Senhor Jesus contou acerca do bom samaritano. Nessa história, nós reconhecemos como o amor de Deus alcança, de forma misericordiosa, os perdidos. Do mesmo modo como o sacerdote e o levita não quiseram ajudar o homem que havia sido vítima de ladrões, a lei (que apresenta os mandamentos de Deus para nós) também não pode nos ajudar. Ela só pode nos acusar. Dessa parábola, entretanto, aprendemos que Jesus Cristo não veio apenas para nos salvar de nossa condição miserável. Ele cuida de nós até alcançarmos nosso objetivo final.

  Ele nos conduz para a hospedaria, uma ilustração da Igreja, a qual todo crente pertence. A hospedaria nos fala de segurança, e é isso que o Senhor deseja oferecer a todos os que obtêm a mesma fé preciosa juntamente conosco.

  Depois do que o Salvador realizou — muito mais do que podemos expressar — a nosso favor ao suportar a cruz e a morte, Ele assume a responsabilidade pelo custo do tempo de Sua ausência. Ele irá nos conduzir ao nosso destino; cuidando de nós, mesmo estando no céu.

  Ele nos deixa aos cuidados do hospedeiro. Isso aponta para Deus, o Espírito Santo, que habita na Igreja e está preocupado com o bem-estar de cada indivíduo.

  Jesus Cristo voltará. Ele prometeu voltar para nos tomar para Si mesmo. Que maravilhoso triunfo da misericórdia de Deus será quando isso acontecer!