Atos 17:1-15

De Filipos, Paulo e seus companheiros se dirigem a Tessalônica, outra cidade da Macedônia. Alguns judeus e numerosos gregos, entre eles algumas mulheres nobres, acolhem a palavra que lhes é anunciada (1 Tessalonicenses 1:5). Mas a maioria dos judeus, impelida por Satanás, incita o povo contra os evangelistas. Eles não hesitam em servir-se de homens maus que eles próprios desprezavam; e perante os magistrados da cidade apelam com o mesmo argumento que fora proposto a Pilatos: “Não temos rei, senão César” (João 19:15; v. 7).

A estada de Paulo em Tessalônica acaba sendo breve, por volta de três semanas. Mas Deus assim o permitiu para nosso próprio proveito, pois o apóstolo depois se viu obrigado a complementar os seus ensinos por meio de duas epístolas, tão ricas em instruções para todos nós.

Em Beréia, os judeus são mais nobres e corretos. Em vez de deixar-se cegar pela inveja (v. 5), eles procuram firmar sua fé com o estudo diário da Palavra de Deus, acatando-a como a soberana autoridade (v. 11; João 5:39).

Gostaríamos de recomendar a todos os nossos leitores que sigam o exemplo dessa gente de Beréia (a começar pela consulta das citações bíblicas que indicamos). Este é o objetivo maior destas pequenas meditações diárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *