E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus... Não deixando nossa mútua congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.

Hebreus 10:21,25

O GRANDE SACERDOTE

  Todo ofício do qual o Senhor Jesus Cristo se encarrega, tem muitas singularidades e pode ser visto de diversas perspectivas. Isso se deve à grandeza da Pessoa que desempenha o serviço. Em Hebreus há uma ênfase na palavra “grande” — é a grandeza de Cristo, tanto em Sua Palavra como em Sua obra, que é apresentada. Podemos ver essa verdade de uma maneira muito especial em relação ao Seu sacerdócio. Ele é o “grande sumo sacerdote” (Hebreus 4:14), e vemos durante toda a epístola diferentes aspectos desse sacerdócio. 

  Ele é um Sumo Sacerdote compassivo, que pode “compadecer-se das nossas fraquezas” (cp. 4:15). Também é dito que o Seu sacerdócio é “segundo a ordem de Melquisedeque” (cp. 7:17). Essa é uma ordem inteiramente diferente ao do sacerdócio de Arão; a completa função deste sacerdócio não se manifestará até aos tempos do milênio. Ele também é o “Ministro do santuário”, Sumo Sacerdote que atua no “verdadeiro tabernáculo” (cp. 8:2).

  Há outro aspecto do sacerdócio de Cristo que geralmente não é considerado: Ele é “um grande sacerdote sobre a casa de Deus” (cp. 10:21). Isso deve nos animar nestes dias de prova, quando há tantos problemas e confusão na “casa de Deus”. Alguns crentes têm se cansado da batalha e, devido aos conflitos, são tentados a não ir à reunião. Porém, a exortação aqui é de não deixar de se congregar, porque temos um Grande Sacerdote que pode tratar todas as eventualidades em Sua “casa”. Ele certamente nos fortalecerá para que O sigamos “fora do arraial” (cp. 13:13), especialmente quando vemos “que se vai aproximando aquele dia” (cp. 10:25).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *