Para que a geração vindoura a soubesse. E não fossem como seus pais, geração obstinada e rebelde, geração que não regeu o seu coração, e cujo espírito não foi fiel a Deus.

Salmo 78:6,8

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DOS SALMOS (Leia Salmo 78:1-16)

  O longo Salmo 78 relembra as maravilhas (vv. 4, 12) realizadas pelo Deus que opera maravilhas (Salmo 77:14) para Seu povo, o qual é chamado a inclinar os ouvidos, ou seja, a prestar atenção ao ensino deste salmo. Como cristãos, sabemos que a história de Israel foi escrita para “advertência nossa” (1 Coríntios 10:11); é como se fosse uma grande parábola, com a diferença de relatar fatos. Por fim, os versículos 4 e 6 nos mostram que a lembrança das maravilhas passadas se dirige particularmente à nova geração, a fim de que “pusessem em Deus a sua confiança, e não se esquecessem dos feitos de Deus, mas lhe observassem os mandamentos” (v. 7). É isso o que Ele espera de nós! Peçamos ao Senhor que jamais sejamos como Israel no deserto, “geração obstinada e rebelde, geração de coração inconstante, e cujo espírito não foi fiel a Deus” (v. 8; Ezequiel 20:18). Aproveitemos para nos beneficiar com as experiências passadas — “O que ouvimos e aprendemos”, sempre tendo em mente que somos elos entre o passado e o futuro: “não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração” (vv. 3-4).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *