João 6:1-21

As multidões têm seguido o Senhor Jesus. Mas, como muitos na cristandade, são mais atraídos por Seu poder que por Sua graça e perfeições morais; porém, uma coisa não pode ser separada da outra. Nesta cena da multiplicação dos pães, o Senhor uma vez mais manifesta essas virtudes juntas. O rapaz mencionado no v. 9 nos lembra que, por mais jovem que possamos ser, podemos fazer alguma coisa para o Senhor e para o bem dos outros. Parece ter sido o único a pensar em trazer alguma coisa para comer. Ao colocar o pouco que tinha à disposição do Senhor, ele veio a ser o meio para prover as necessidades de cinco mil homens. Quando o Senhor quer servir-Se de nós, nunca nos desculpemos dizendo que somos jovens demais, ou que não temos recursos suficientes; Ele mesmo saberá como servir-Se deles (Jeremias 1:6-7).

Depois desse milagre, o povo queria tomar o Senhor Jesus “para o proclamarem rei”. Contudo, Ele não pode receber o reino das mãos dos homens (5:41), nem tampouco das mãos de Satanás (Mateus 4:8-10). É Deus somente que O fará rei (Salmo 2:6).

Finalmente ainda vemos outro em outra cena, também iluminada pelo Seu poder e graça. Vemo-LO ir ao encontro de Seus discípulos sobre o mar agitado e dissipar os seus temores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *