Assim tomou Boaz a Rute, e ela lhe foi por mulher.

Rute 4:13

ABENÇOADOS PELA GRAÇA

  O livro de Rute nos relata uma comovente história com grande significado espiritual. Boaz era um homem rico de Belém. Seu nome significa: “nele está a força”. Neste sentido, Boaz é uma figura do nosso Senhor ressurreto, que foi “declarado Filho de Deus… pela ressurreição dos mortos” (Romanos 1:4).

  A lei não dava a Rute nenhuma possibilidade de esperar algo especial de Boaz, pois ele não era o parente mais próximo de seu falecido marido. Por isso Boaz agiu somente por graça. Além disso, Rute era pobre e estrangeira. Mas a graça e a bondade de Boaz deram um fim à pobreza e a ilegalidade de Rute, dando-lhe um lugar ao seu lado.
Como pecadores, nós também éramos pobres e separados de Deus – “mortos em ofensas e pecados” (Efésios 2:1). Mas o Senhor Jesus morreu na cruz por nós e quer compartilhar conosco as riquezas por Ele adquiridas. Ele é nosso “Boaz celestial”. E nós somos abençoados “com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo” (Efésios 1:3). As riquezas de Cristo são infinitamente maiores. Nossa pobreza deu a Ele a possibilidade de derramar sobre nós Suas riquezas.

  Somos gratos de coração por isso? Quão felizes podemos ser por termos um Senhor tão bom, “rico” e amoroso! Não devemos sempre ter nossos corações preenchidos com louvores à Ele?

  Tu tens sido maravilhosamente gentil comigo
  E permanecerás por toda eternidade.
  Tu me revestiste de santidade
  Com Teus adornos e vestes de honra.
  Tu me sustentas com o pão do céu,
  Tu me consolas em cada tribulação.

Sim, a graça de Deus é maravilhosa! Une pessoas de todas as tribos e nações em um povo, uma maravilhosa família da fé. William MacDonald nos apresenta nesse livrete essa Maravilhosa Graça e o seu coração vai arder mais por Cristo. Você está agora a um clique apenas dessa experiência!

Um comentário em “ABENÇOADOS PELA GRAÇA

  • 30 de junho de 2020 em 12:37 am
    Permalink

    Muito Bom! Pena que não foi possível ouvir na nossa língua portuguesa.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *