Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.

João 3:5-6

O NOVO NASCIMENTO

  Essas palavras foram ditas pelo Senhor Jesus a um homem importante dentre os fariseus, Nicodemos, que sabia que o Senhor Jesus era um Mestre vindo de Deus, porque os sinais que Ele fazia testificavam que Deus estava com Ele. Esse fariseu se deu conta de que tinha uma clara necessidade do ensinamento que o Senhor podia dar. Porém, as palavras do Senhor lhe mostraram claramente que necessitava algo mais que ensinamento: ele precisava nascer de novo. Essa era uma linguagem estranha para Nicodemos, assim como também o é hoje para muitas pessoas que a ouvem. Tudo o que lhe vinha à mente quanto a esse respeito era uma repetição do nascimento natural. O novo nascimento está em grande contraste com o nascimento natural. O Senhor fala disso como nascer da água e do Espírito, em contraste com haver nascido da carne. Nas Escrituras, a água muitas vezes é utilizada como um símbolo da Palavra de Deus, como se vê em Efésios 5:26, onde lemos: “a lavagem da água, pela palavra”. O Espírito é comparado com o vento que é invisível, no entanto extremamente poderoso.

  Se alguém tem alguma dúvida a respeito se é ou não nascido de novo, leve a sério as palavras do Senhor Jesus em João 5:24: “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida”. O que o Senhor Jesus disse é absolutamente confiável, e deve conduzir a cada coração a desfrutar da verdade viva que Ele expressa, para que possam ter a certeza de que têm a vida eterna. E essa vida recebemos por meio do novo nascimento. Que maravilhosa segurança!

Para que a linguagem simbólica da Bíblia não seja tão estranha para você, temos, clicando aqui agora, uma ótima sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *